skip to Main Content
Atendimento: 11 3213-8620 • 11 3213-8640 11 98438-9274

Nódulo de tireoide

O que é um nódulo de tireoide?

O nódulo de tireoide é uma lesão que surge dentro do tecido da tireoide, sendo comumente identificado durante a realização de exames de rotina como ultrassonografia do pescoço. Em mais de 90% dos casos é benigno, entretanto, deve ser sempre avaliado por um médico especialista.

Eles são mais comuns em mulheres e em pessoas com antecedentes familiares de nódulos de tireoide.

Nódulo de Tireoide | Dra. Raiane Crespo

Figura 1: Nódulo de Tireoide

Nódulo de tireoide pode alterar os hormônios?

Na grande maioria das vezes, os nódulos de tireoide não interferem no funcionamento da tireoide, e, por isso, não alteram os hormônios. Entretanto, há situações em que o nódulo produz hormônios tireoidianos exageradamente. Assim, para identificar essa situação, são realizados exames laboratoriais e exames de imagem, como a cintilografia de tireoide.

Classificação dos nódulos de tireoide

A classificação mais utilizada atualmente é a classificação de TI-RADS. A saber, nesta classificação, os nódulos recebem pontos conforme a presença ou ausência de características suspeitas. Dentre as características consideradas suspeitas, tem-se:

  • nódulos de cores escuras no ultrassom (hipoecogênicos)
  • nódulos com formas irregulares
  • nódulos sólidos
  • margens mal definidas
  • presença de microcalcificações.

Dessa forma, quanto mais pontos o nódulo tiver, mais suspeito ele será e maior será a necessidade de realizar punção.

Punção aspirativa por agulha fina (PAAF)

Quando o nódulo de tireoide possui características suspeitas de malignidade e tamanho significativo, deve ser realizada a PAAF. É um procedimento simples, guiado por ultrassom, realizado em clínicas de radiologia. Neste procedimento, o paciente sente apenas um leve desconforto no momento da punção.

Após o procedimento, o material aspirado é enviado para análise. Na grande maioria das vezes, essa análise será capaz de confirmar se o nódulo é benigno ou maligno.

Punção Aspirativa em Nódulo Tireoidiano | Dra. Raiane Crespo

Figura 2: Punção Aspirativa por Agulha Fina de nódulo tireoidiano guiado por ultrassom

Acompanhamento dos nódulos de tireoide

A partir do momento em que o paciente descobre que tem um nódulo de tireoide, o médico solicitará os exames necessários para definir se precisa ou não realizar a PAAF. Sendo assim, há dois cenários diferentes que podem ocorrer:

Cenário 1: Nódulo pequeno e sem características suspeitas à deve ser acompanhado com ultrassonografia cervical uma vez ao ano.

Cenário 2: Nódulo com indicação de PAAF à se a PAAF confirmar benignidade, deve-se realizar ultrassonografia uma vez ao ano. Se a PAAF confirmar malignidade, deve-se proceder com o tratamento cirúrgico. Se a PAAF for inconclusiva, deve-se repetir a punção semanas depois.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um endocrinologista

Fonte:
Sociedade Brasileira de Tireoide (www.sbt.org.br)
American Thyroid Association (www.thyroid.org)

FAQ

1. Nódulo de tireoide é perigoso?

Geralmente, não. Em sua maioria, os nódulos de tireoide são benignos e serão somente acompanhados. Porém, alguns nódulos são malignos e precisam de tratamento imediato.

2. Quais os sintomas do nódulo de tireoide?

Quando muito volumosos, os nódulos podem gerar abaulamentos no pescoço, dificuldade para respirar e para engolir (sensação de entalo).

3. Como fazer sumir um nódulo de tireoide?

Infelizmente, não há nenhuma medida que o paciente pode fazer para o nódulo sumir. A única alternativa é a retirada cirúrgica do nódulo.

4. Como saber se tenho um nódulo na tireoide?

O melhor exames para avaliação de nódulo de tireoide é a ultrassonografia da tireoide.

Back To Top