skip to Main Content
Atendimento: 11 3213-8620 • 11 3213-8640 11 98438-9274

Testosterona baixa em homens

A testosterona é um hormônio produzido pelos testículos dos homens. Esse hormônio desempenha diversas funções no organismo masculino, como fertilidade, libido, composição corporal adequada e força muscular. Com o passar do tempo, pode ocorrer uma diminuição lenta e gradual dos níveis de testosterona. Porém, quando esta diminuição ocorre precocemente ou exageradamente, levando à testosterona baixa, é necessário realizar avaliação médica para identificação de possíveis causas e tratamento adequado.

A testosterona baixa em homens é uma condição potencialmente reversível e com prejuízos significativos à saúde e à qualidade de vida do homem | Dra. Raiane Crespo

A testosterona baixa em homens é uma condição potencialmente reversível e com prejuízos significativos à saúde e à qualidade de vida do homem.

Sintomas de testosterona baixa em homens

Os sintomas mais comuns de testosterona baixa são:

  • redução de libido
  • redução de ereções matinais
  • aumento de gordura abdominal
  • redução da massa muscular e da força muscular
  • fadiga e indisposição.

Causas de testosterona baixa em homens

Existem diversas doenças e condições que podem levar à testosterona baixa em homens, sendo algumas reversíveis e outras irreversíveis. Atualmente, a causa mais comum de testosterona baixa é a obesidade. Dessa forma, homens com excesso de peso tendem a ter níveis de testosterona mais baixos do que homens com peso normal.

Além da obesidade, outras causas de testosterona baixa são:

  • doenças crônicas, como diabetes e cirrose
  • aumento de prolactina
  • uso prévio de anabolizantes
  • doenças do testículos (traumas, cirurgias prévias)
  • medicações
  • doenças congênitas, entre outras.

Tratamento de testosterona baixa em homens

Após a identificação da causa da testosterona baixa, a primeira medida a se tomar é a suspensão ou tratamento do fator causador, sempre que possível. Para paciente acima do peso, por exemplo, a perda de peso leva a aumentos consideráveis nos níveis de testosterona.

Em situações irreversíveis, pode ser indicado o uso de medicações que estimulam a produção natural de testosterona ou a reposição de testosterona. A reposição pode ser por via intramuscular ou transdérmica (gel de testosterona). É fundamental que a reposição seja feita com acompanhamento médico para avaliação da dose correta e monitoramento de possíveis efeitos colaterais. Dessa forma, a reposição hormonal pode ser feita com segurança, sem prejuízos a saúde do homem.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um endocrinologista

Fonte: https://www.endocrine.org/clinical-practice-guidelines/testosterone-therapy#1

FAQ

1. O que é considerado testosterona baixa?

É considerado testosterona baixa a dosagem de testosterona no sangue abaixo do limite inferior da normalidade, confirmada em uma segunda dosagem. Para isso, pode ser considerada a testosterona total ou a testosterona livre. O exame deve ser coletado pela manhã.

2. Qual o melhor remédio para aumentar a testosterona?

Existem medicações, como o clomifeno, que podem levar ao aumento da testosterona em alguns casos, a depender da causa da testosterona baixa. O tratamento mais comum é a reposição da testosterona. Para isso, existem várias formulações no mercado, como undecanoato de testosterona, undecilato de testosterona, testosterona em gel, entre outros.

3. Como aumentar a testosterona de forma natural?

O controle o peso é o principal fator para melhora dos níveis de testosterona. Além disso, hábitos saudáveis como atividade física, sono de qualidade e controle do estresse também são capazes de manter a testosterona em níveis adequados, caso o paciente não tenha nenhuma doença de base.

Back To Top